Close

Alergias de pele e Acupuntura

06-plenitus_facebook_alergiaA pele é um dos órgãos mais frequentemente acometidos por processos alérgicos. Existem diversas causas para alergia na pele, mas todas elas costumam se apresentar com duas características: rash cutâneo (manchas ou placas avermelhadas na pele) e intensa coceira.

Alergias são respostas exageradas do sistema imunológico a substâncias estranhas ao organismo e que geram uma hipersensibilidade a um estímulo externo específico. Elas também podem acontecer pelo contato da pele com determinados objetos, como pulseiras de plástico, metal ou couro, óculos, botões de metal, elásticos e esmaltes.

As substâncias geralmente são inaladas, ingeridas, injetadas ou colocadas em contato com a pele. Pode haver também hipersen-sibilidade congênita ou hereditária. Quando o organismo apresenta uma reação de hipersensibilidade, diz-se que ele está sensibilizado. As reações alérgicas são bastante específicas a um determinado estímulo e o organismo sensibilizado só reage a ele ou a outros de estrutura muito semelhante. Uma substância que cause alergia em determinada pessoa, não necessariamente causa alergia em outra.

Quando os alergenos entram em contato com o organismo, as células produtoras de anticorpos são ativadas e determinam a liberação de mediadores potentes, principalmente histamina, que acabam por provocar os sintomas alérgicos. A imunoglobulina é uma proteína normalmente circulante no sangue. Quando ela identifica algum agente invasor estranho ao organismo ela reage imediatamente, fixa-se a ele e libera histamina, que é a substância que determina os sintomas alérgicos.

Os tipos mais comuns de alergias são: alergias alimentares (leite de vaca, ovos, amendoim, soja, peixes e frutos do mar, nozes); alergias da pele (lesões dermatológicas com prurido intenso); alergias nasais (conhecida como rinite alérgica); alergias respiratórias (devido a alergenos e irritantes das vias aéreas, infecções, exercícios físicos inadequados, refluxo gastroesofágico, medicações e alimentos, causas emocionais); alergias oculares, das quais a conjuntivite alérgica é a mais comum.

As causas da alergia são principalmente constitucionais. As crises alérgicas são desencadeadas por certos elementos disparadores, sendo os principais: poeira; ácaros e baratas; mofo (fungos); pele e pelos de animais (gatos e cães); esporos de fungos e pólens de flores; picadas de insetos; alimentos e medicamentos.

As manifestações clínicas da alergia variam muito, desde um simples lacrimejamento ou coceiras, até doenças autoimunes graves (lúpus eritematoso, asma brônquica, etc.). Na pele, as alergias podem se manifestar como urticárias, dermatites ou eczemas. Nas vias aéreas podemos ter rinite alérgica, coceiras no nariz, surtos de espirros, coriza e congestionamento da mucosa nasal. A alergia pode acometer ainda o sistema digestivo, causando náuseas, cólicas, vômitos e diarreias. Enfim, o fenômeno alérgico pode afetar qualquer órgão humano.

Alguns sintomas alérgicos são potencialmente graves e até mortais como, por exemplo, o edema de glote (que pode obstruir a respiração). A resposta alérgica sistêmica é chamada de anafilaxia e dependendo da severidade ela pode causar reações graves e, inclusive a morte.

Visão da Acupuntura

São quatro principais fatores que predispõem aos distúrbios cutâneos: tendência hereditária, doença, estilo de vida e estresse psicológico.
Na Medicina Tradicional Chinesa, os principais tipos de distúrbios cutâneos são decorrentes de:

– Calor
– Estagnação
– Deficiência de Sangue

Qualquer fator que aumente o calor, a estagnação ou a deficiência de sangue, portanto, também pode precipitar ou agravar os distúrbios da pele.

Muitas doenças de pele podem ser aliviadas simplesmente pela mudança no estilo de vida. Por exemplo, em alguns adultos, o distúrbio cutâneo melhora quando se reduz café, cha, álcool, drogas e alimentos condimentados ou gordurosos e adotam uma alimentação nutritiva e equilibrada, melhorando, os hábitos, alimentares, dormindo na hora certa e fazendo exercícios físicos moderados, e regulares. No caso de algumas crianças, a pele melhora muito quando se diminui o consumo de produtos derivados do leite da vaca e se evitam todos os alimentos contendo aditivos químicos potencialmente alergênicos.

Nos distúrbios cutâneos, como em outras doenças, há uma pergunta para o paciente: “O que estou fazendo que esta causando este problema? Quais medidas que posso tomar para resolver este problema?” Estas perguntas estão relacionada com o estilo de vida e nos leva a outra pergunta: “Quais desequilíbrios na minha personalidade estão associados com esta doença? Quais são as lições de vida por trás de tudo isto? Como posso usar esta doença para o meu crescimento pessoal?” Muitos pacientes não querem lidar com nenhuma destas perguntas e simplesmente solicitam o tratamento com acupuntura para o problema imediato dos sintomas da pele. Outros pacientes querem fazer as mudanças no estilo de vida, por exemplo, nas questões da nutrição e dos exercícios físicos, mas não querem se aprofundar nas origens do distúrbio da pele que estão enraizadas em suas personalidades.

Muitos distúrbios cutâneos tanto nas crianças como nos adultos, estão diretamente ligados as pressões emocionais, agindo como indicadores e como válvula de escape para essas pressões. Nas crianças, os distúrbios cutâneos são uma indicação das pressões emocionais dentro de casa, que acontecem entre os pais. Nessa situação, o tratamento de um ou de ambos os pais, quando isso é possível, pode melhorar o distúrbio cutâneo da criança.

Os distúrbios de pele podem começar depois de uma doenças física, um choque, um incidente estressante ou depois de um longo período de distúrbio emocional. Nos adultos, pode ser difícil relacionar a agravação dos distúrbios de pele com um incidente especifico, já que os adultos, tem a propensão de reprimir, as emoções mais que as crianças, as reações que expressam ao estresse podem ser retardadas e cumulativas.

Quatro principais fontes de calor nas doenças de pele estão relacionadas com pressões emocionais dentro dos sistemas de Rim, Figado, Coração e Baço. Tanto o distúrbio da pele propriamente dito como as pressões emocionais que estão por tras do distúrbio cutâneo podem ser tratadas com Acupuntura.

Procure um profissional da Acupuntura!

Clínica Plenitus
www.plenitus.com
contato@plenitus.com
(11) 98175-0193 – Whatsapp
(11) 4436-1637
Rua Coronel Ortiz,190 – Centro – Santo André – SP

Fontes:
http://www.mdsaude.com/2013/12/alergia-pele.html
http://www.abc.med.br/p/sinais.-sintomas-e-doencas/307740/alergias+por+que+existem+quais+sao+as+causas+como+evitar+ou+tratar.htm
Combinações dos Pontos de Acupuntura – Jeremy Ross (2003 ) pg.439 – 440

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: